Gastronomia

Capital Steak House – Caxias do Sul (RS)

Foto: Priscila Kuwer
Foto: Priscila Kuwer
Foto: Priscila Kuwer
Estivemos na inauguração do Capital Steak House, em Caxias do Sul no Shopping Iguatemi Caxias. Existem situações em que sou convidada para estes eventos e que não publico nada sobre. No entanto, neste caso acredito que vale o comentário.

O que é?
Capital Steak House é uma franquia, pelo que entendi, de um dito típico restaurante americano. Nunca estive nos Estados Unidos (infelizmente) mas o estilo do Capital lembra muito os EUA que conheço de filmes e séries.
“O CAPITAL STEAK HOUSE é um restaurante ao estilo casual dinning americano, tendo como especialidade carnes nobres com cortes especiais, temperadas e preparadas com receitas exclusivas.” segundo o site deles.
Ambiente:
Capital Steak House Caxias do Sul
Foto: Priscila Kuwer
O ambiente é lindo! Mesas e cadeiras rústicas, algumas estofadas nos estilos dos bares anos 80, as paredes e pisos decoradas em um estilo muito bacana.
As músicas me chamaram a atenção. Na televisão passavam os vídeo clipes, e pelo que vi, são selecionados pelo próprio restaurante pois no canto da tela exibia a marca “Capital Steak House”. Enquanto estivemos lá tocou: Phillip Phillips, Taylor Swift, Pink, Selena Gomes, Anna Kendrick, Lilly Allen, Michael Jackson…  só música boa!
Além disso, os ambientes têm placa neon escritas em inglês: Restroom, Kitchen,… Muito legal!
Cardápio:
IMG_20140617_192015756
Foto: Priscila Kuwer
O cardápio tem uma apresentação muito bonita, com a maioria dos nomes escritos em inglês com sua devida tradução em português. Confesso que os valores são um tanto “salgados” para o meu gosto. O menu para pratos executivos de almoço possui algumas massas e carnes a valores mais acessíveis, mas à noite os pratos mais elaborados vão de R$ 30 (hamburgueres) à R$ 105 (carnes). Além disso tem as entradas, saladas, sobremesas e bebidas.
Comida:
Na noite de terça pude provar uma mistura de alguns pratos principais.
Chamou minha atenção os talheres que foram entregues: uma faca muito grande e um garfo também grande e super brilhosos, da Tramontina. Além disso, junto vinha um guardanapo de pano preto (bem melhor que branco).
Vamos ao que interessa:
* Pão: não sei qual refeição é servida com o pão, mas eu iria lá só para comer isso. Ele é macio, quentinho… GOSH! Nunca comi um pão tão bom na minha vida… hehe! De acompanhamento ainda vem margarina, que ao passar, derrete.
* Frango: vieram dois tipos de frango: coxinha e um frango “empanado”. A coxinha tinha um molho com pimenta que me agradou no início. Se você comer duas, e não está acostumado com pimenta, é bom ter uma água por perto. O outro frango estava maravilhoso!
* Batata: uma batata dividida ao meio com um recheio dos deuses (queijo, bacon,…)! Adorei!
* Carne Suína: deixo claro que não gosto muito de costela por ser complicado de tirar o osso. Nesse caso me impressionei! O osso sai inteiro e fácil da carne. E que carne, hein!!!
* Molhos: Provamos o molho Barbecue e Mostarda. Os dois, muito bons!
* Sobremesa: a sobremesa foi sorvete com calda de chocolate e nozes. Preciso comentar? 🙂
Interessante também que as bebidas vêm em copos. Achei muito charmoso!
IMG_20140617_192734
Foto: Douglas Facchini
Inauguração:
Quando chegamos havia uma equipe preparada nos recebendo e confirmando os nomes na lista. Mas isso não durou muito. Logo após nos sentarmos, uma fila na porta se formou.
Um casal desconhecido sentou na nossa mesa, por falta de lugares no restaurante. E a parte bacana disso é que todas as pessoas que estavam lá eram pessoas que eu não me importaria de dividir a mesa (ou quase todas). Quero dizer que geralmente estes eventos de “sociedade” tem aquelas pessoas de sempre que se conhecem entre si e não dão abertura para as demais. Nesse caso não foi assim. Conhecemos um casal muito bacana que dividiu a refeição, e a mesa conosco.
Devido a grande quantidade de pessoas, tínhamos que pedir diversas vezes para diversos garçons diferentes a mesma coisa. E no fim, ninguém nos atendia.
Parabenizo estes garçons e garçonetes por serem sempre simpáticos e por se virarem em 30 para tentar atender todas as mesas.
Acredito que a falha foi ter convidado mais do que o ambiente suporta, ou então poderiam disponibilizar mais garçons e mais comida (pois quando pedimos a sobremesa, um dos sabores já havia acabado).
A organização poderia ter convidado as pessoas para irem em horários diferentes. Assim, diminuiria os transtornos que todos estavam comentando.
No final, também não estavam mais conferindo os nomes na lista, o que quer dizer que se alguém chegasse e não tivesse sido convidado, entraria e roubaria o lugar de algum convidado.
IMG_20140617_192035953
Foto: Priscila Kuwer
Ponto Forte: Banheiro com água quente na torneira. \o/

Sobre a autora

Pri Kuwer

Pri Kuwer

Gaúcha, estudante de ADS, eclética, fashionista intitulada, sonhadora e feliz!

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Quem somos

Taline e Priscila, amigas gaúchas que através do Mélanges querem dividir suas opiniões sobre moda, filmes, séries, gastronomia e mais um pouco de tudo que gostam e conhecem a respeito.

Destaques

Publicidade